Voltar

Notícias e Eventos

Últimas entradas sobre a nossa atividade

27 novembro 2019

Novembro Azul – Mês de Alerta para Doenças do Homem

Todos os anos, no mês de novembro, assinala-se o Mês de Alerta para as Doenças do Homem (Novembro Azul – www.movember. com). O objetivo é sensibilizar a população para a necessidade de uma vigilância médica periódica de modo a despistar doenças numa fase inicial e assim salvar vidas. Vários estudos comprovam que os homens têm tendência a adiar a ida ao médico quando confrontados com alguma dúvida/problema de saúde atrasando muitas vezes o diagnóstico e o tratamento.

A próstata é uma glândula com cerca de 20 gramas de peso (sensivelmente do tamanho de uma noz) que faz parte do sistema reprodutor masculino. Localiza-se logo abaixo da bexiga e à frente do reto envolvendo a toda a volta a uretra prostática. A principal função da próstata é a produção de uma parte dos componentes do sémen. O líquido prostático corresponde a cerca de 30% do volume total do esperma ejaculado.

A urina é produzida nos rins e acumulada na bexiga. Quando a urina no interior da bexiga atinge uma certa capacidade, a pessoa sente vontade de urinar. A bexiga contrai-se para expulsar a urina. Esta é canalizada para a uretra passando por dentro da próstata até ao exterior.

As patologias da próstata mais frequentes são a Prostatite, a Hipertrofia Benigna da Próstata (HBP) e o Cancro da Próstata.

A glândula prostática aumenta de volume com a idade em praticamente todos os homens. Este aumento é mais significativo a partir dos 40 anos. O aumento da próstata recebe o nome de Hiperplasia Benigna da Próstata. A Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP) é uma doença que afeta cerca de metade dos homens com mais de 50 anos e mais de 80% dos homens com mais de 80 anos de idade. Uma das principais complicações da HBP é a obstrução à passagem de urina. Deste modo surgem sintomas urinários tais como: jato urinário fraco, dificuldade em iniciar a micção esforço para urinar, aumento do número de micções, sensação de esvaziamento incompleto, ou acordar de noite para ir urinar.

Estes sintomas podem diminuir significativamente a qualidade de vida das pessoas afetadas. Em fases mais avançadas da doença, podem surgir infeções recorrentes (prostatites), cálculos no interior da bexiga ou retenção urinária. Nesta última situação, a pessoa não consegue urinar por si sendo necessário a colocação de uma algália.

Deste modo é conveniente que todos os homens a partir dos 40 anos sejam avaliados de modo a despistar a presença de sinais e sintomas associados à HBP, dado existirem diversas opções de tratamento.

A Prostatectomia Transuretral (RTU-P) é uma técnica de cirurgia minimamente invasiva da próstata. Consiste na remoção por via endoscópica da obstrução causada pelo crescimento da próstata. É uma cirurgia sem cicatrizes, com tempo de internamento curto e baixa taxa de complicações. Apresenta excelentes resultados permitindo ao doente uma melhoria significativa ou total dos sintomas provocados pela HBP e retomar rapidamente uma vida normal.

Redigido por Dr. Carlos Oliveira (OM44736), Urologista no Trofa Saúde Hospital em Braga Sul e Guimarães

Voltar

05 janeiro 2020

“Joanetes”: mitos e verdades – Técnicas cirúrgicas atuais

30 dezembro 2019

Litíase da via biliar: uma patologia multidisciplinar

27 dezembro 2019

Medicina Interna: o que é e o que trata